Como calcular tempo de contribuição comum?

calcular tempo de contribuição comum

Para quem está pensando sobre aposentadoria ou apenas sobre o tempo de contribuição que já possui, esse texto é a resposta para saber como calcular tempo de contribuição comum. 

Quando o assunto é calcular o tempo de contribuição ao INSS, surgem muitas dúvidas e muitas vezes até “especialistas” acabam trocando os “pés pelas mãos” para tentar chegar a esse cálculo. 

No texto de hoje, esse problema chegará ao fim. Descubra agora, como calcular tempo de contribuição comum (contribuições especiais será visto em outro artigo, aguarde) corretamente.

Como calcular tempo de contribuição comum?

Antes de mais nada, vamos entender como calcular de acordo com a Lei e depois mostrei exemplos de como fazer.

  • Use a data final do seu vínculo de trabalho ou data atual, caso esteja trabalhando, subtraindo os dias, após isso subtraindo os meses e no fim o ano da data que iniciou;
  • *Adicione 1 na diferença dos dias (para que o dia de início seja incluído no cálculo).

Importante: 

  • Cada 30 dias torna-se um mês, tendo em vista que o número máximo de dias no cálculo é 29;
  • Cada 12 meses torna-se um ano, tendo em vista que o número máximo de meses é 11.

O cálculo

Para saber como calcular tempo de contribuição, vou te ensinar dois modos. Modo 1: quando o dia, mês e ano da data de término ou atual são maiores, ou iguais à data de início e Modo 2: quando o número de meses e dias forem menores. 

+ Veja também: Como calcular vale-transporte?

Modo 1:

Considerei as seguintes datas para essa conta: data inicial – 19/10/2019 e data final (ou atual) – 22/12/2021. 

Cálculo:

Dias: dia de saída (ou atual) – dia de início = 22 – 19 = 3 + 1* = 4

Meses: mês de saída (ou atual) – mês de início = 12 – 10 = 2

Ano: ano de saída (ou atual) – ano de início = 2021 – 2019 = 2

Resultado: 2 anos, 2 meses e 4 dias de contribuição.

Modo 2:

Considerei as seguintes datas para essa conta: data inicial – 25/12/2019 e data final (ou atual) – 22/11/2021. 

Cálculo:

Dias: dia de saída (ou atual) – dia de início = 22 – 25 = -3 + 1* = -2

Meses: mês de saída (ou atual) – mês de início = 11 – 12 = -1

Ano: ano de saída (ou atual) – ano de início = 2021 – 2019 = 2

Como o resultado deu negativo nos primeiros números, precisamos transformar primeiro o ano em 12 meses:

Dias = -2

Meses = -1 + 12 = 11

Ano = 2 = 1 (aqui no exemplo: um dos anos, tornam-se 12 meses e são “emprestados” para os meses, ficando apenas o outro para o cálculo final)

Agora, é hora de transformar um mês em 30 dias para que os dias não fiquem negativos:

Dias = -2 + 30= 28

Meses = 10 (aqui um mês foi “emprestado” para os dias”

Ano = 1

Resultado: 1 ano, 10 meses e 28 dias de contribuição.

Somando tudo

Se trabalhou em mais lugares, realize os mesmos cálculos e some tudo no final. Sempre seguindo as regras de que 12 meses, se tornam 1 ano e 30 dias, se tornam 1 mês.

Conclusão

No texto de hoje, te ensinei como calcular tempo de contribuição comum. Com os modos apresentados não terá mais erro. Fica muito simples de entender e encontrar o tempo correto.

Compartilhe esse texto, para que mais pessoas aprendam como calcular tempo de contribuição corretamente.

One thought on “Como calcular tempo de contribuição comum?

  1. Pingback: Como calcular parcela do seguro desemprego? - Smart Planilhas

Deixe um comentário