Como calcular patrimônio

como-calcular-bens

Ter o conhecimento de como calcular patrimônio de uma empresa pode ajudar muito o empresário e o investidor no momento de tomar uma decisão.

O valor do patrimônio de uma empresa é uma informação que pode ser muito útil para análises financeiras e contábeis.

Entretanto, a maioria dos investidores e empresários não sabem como fazer esse cálculo, deixando de lado uma das informações mais relevantes sobre uma empresa.

Como calcular patrimônio: O que é o patrimônio de uma empresa?

O patrimônio de uma empresa compreende exatamente tudo aquilo que está em sua posse, desde bens como equipamentos e imóveis, contas a pagar e até dívidas.

Qualquer ativo que esteja no nome da empresa faz parte do seu patrimônio. O que significa que calcular o patrimônio de uma empresa pode ser complicado, mas é necessário para o balanço patrimonial.

Isso porque nem sempre aquilo que está sob a administração da companhia pode ser facilmente precificado, como é o caso de itens intangíveis, como marcas e obras de arte.

Para tornar mais simples a compreensão do patrimônio de uma empresa, este é dividido em três segmentos, são eles os:

  • Bens;
  • Direitos;
  • Obrigações.

Vamos falar um pouco sobre cada um.

Bens

Os bens são todas as coisas tangíveis que uma empresa possui e que podem ser negociados e individualmente valorizados por terceiros.

Um bem pode ou não ter um valor fixo definido, um valor de mercado e ainda assim ser negociado por um preço que atenda as demandas do vendedor e do comprador. 

Os melhores exemplos disso são:

  • Veículos;
  • Móveis;
  • Estoque de produtos;
  • Marcas e patentes;
  • Entre outros.

Direitos

Os direitos são tudo aquilo que está programado para ser recebido pela empresa de terceiros, como clientes e fornecedores. Veja alguns exemplos:

  • Parcelas de vendas a prazo;
  • Juros calculados por atraso em pagamento;
  • Notas promissórias;
  • Prêmios;
  • Etc.

Obrigações

As obrigações são, ao contrário dos direitos, aquilo que uma empresa deve a terceiros. Porque, na teoria, se a empresa deve, ela tem condições de pagar.

Alguns exemplos de obrigações bastante comuns são:

  • Pagamento de aluguel;
  • Dívida com fornecedores;
  • Salários dos colaboradores da empresa;
  • Tributos, taxas e impostos;
  • Multas e juros;
  • Etc.

Como calcular patrimônio: Diferença entre patrimônio e patrimônio líquido

Por fim, além do patrimônio, também existe um termo denominado de Patrimônio Líquido, que é obtido a partir da subtração de todos os passivos de todos os ativos.

Em outras palavras, a empresa subtrai tudo aquilo que ela deve, por tudo aquilo que ela possui, e isso inclui desde o dinheiro presente em caixa até os seus bens.

Isso acontece porque, se a empresa não puder pagar as suas contas com recursos financeiros, ela precisa se desfazer dos seus bens para conseguir quitá-los.

Isso é especialmente relevante para empresas que tenham o seu capital aberto na bolsa de valores, e que possuem muito mais responsabilidades com terceiros.

Vale destacar que saber o patrimônio líquido de uma empresa é um dado muito importante principalmente para investidores que estejam buscando boas oportunidades.

Para verificar esta informação e outras relevantes na contabilidade, basta analisar as demonstrações contábeis da empresa ou utilizar a calculadora de patrimônio da Smart Planilhas.

Deixe um comentário