Planilha Capital de Giro

calculo-capital-de-giro

Planilha Capital de Giro

Olá, vamos falar de Capital de Giro?

Você sabe o que é e para que serve?

 

Segundo pesquisa do SEBRAE, a falta de planejamento no capital de giro, é apontado como uma das principais causas de falência de pequenas e médias empresas.

 

Então vamos entender o que é o capital de giro a fim de termos uma gerenciamento positivo dos nossos negócios.

 

Se perguntarmos a qualquer pessoa o que é capital de giro, certamente responderá ser aquele dinheiro em caixa para pagar as contas do dia a dia da empresa.

Lightbox button

Correto, mas não é só isso, vai muito além. Em seu sentido amplo são todos os recursos demandados de curto prazo, necessários para a empresa fazer o seu negócio movimentar. Ou seja, o ativo circulante, composto por  recursos disponíveis como dinheiro em caixa e em  banco, os clientes a receber, aquela quantia que é preciso ter para financiar o prazo que deu ao cliente, e também o estoque de mercadoria.

Como funciona o capital de giro?

 

É assim que o capital fica girando nas atividades da empresa, vamos entender através de um exemplo:

 

Um supermercado para poder ver o seu negócio acontecer, primeiro precisa ter estoque, precisa comprar mercadorias para depois conseguir vender.

 

Se essa compra do estoque for feita à vista, significa que já vai usar recursos do caixa. Ou então se for feita a prazo com fornecedor, este será considerado uma fonte de financiamento, não oneroso, para colocar o estoque dentro da empresa.

 

Feito isso a empresa vai fazer a sua venda, se for à vista, esse recurso volta para o caixa. Já se for a prazo esse valor se registrará na conta Clientes a pagar. E o recurso só volta para o caixa após um prazo mais longo. E durante esse período que concederam ao cliente, ele necessitará de uma fonte de financiamento para continuar a gerir seu negócio. Que poderá ser através de empréstimos ou fornecedor a prazo.

 

Resumindo o entendimento, pensemos na regra mais simples:

 

  • A necessidade de Capital de Giro = a somatória dos recursos existente no caixa de empresa + o que ela tem a receber (-) o que ela tem a pagar; se o saldo for “negativo” a empresa necessitará de Capital de Giro.

 

Parece complicado, né? Mas, para ajudá-los, disponibilizamos “Gratuitamente” uma planilha que vai facilitar o lançamento contábil e agilizando seu serviço.